XBox Series X
Imagem: Divulgação.

Após o anúncio das especificações dos próximos consoles de Sony e Microsoft, a já clássica polêmica comparativa entre os concorrentes teve seu start acionado. E entre Teraflops pra lá e SSDs pra cá, parece que o XBox Series X está com alguma vantagem em relação ao PS5, ainda que desenvolvedores digam que os itens em suposta vantagem não sejam de fato uma vantagem.

Contudo, a informação da ausência de uma tecnologia para o próximo XBox deixou alguns caxeiros desapontados: a ausência de Bluetooh. Embora, seus antecessores também dispusessem desse recurso de conexão entre aparelhos, há, mais uma vez, uma razão bem consistente para isso.

A tecnologia Bluetooth não possui uma latência adequada para reprodução. Em outras palavras, isso tem uma velocidade de resposta considerada ruim nos videogames, onde o tempo entre um dedo no botão e o que acontece na tela precisa ser o mais rápido possível.

Assim, segue o que já está dando certo, o Xbox Wireless, uma tecnologia patenteada que usa outro canal diferente para interligar periféricos com o videogame. Confira algumas vantagens desa tecnologia:

– Sinal mais forte que o Bluetooth;
– Interferência de sinal reduzida;
– Menor atraso no Imput Lag;

Por fim, uma notícia de ordem econômica que certamente vai sacramentar a escolha atual por deixar o Bluetooth longe do videogame em questão. O Xbox Wireless permitirá que os joysticks de XBox One sirvam no próximo videogame. De fato, um argumento mais do que convincente para muitos gamers que pretendem adquirir o próximo console da Microsoft. Afinal de contas, entre encostar o fone Bluetooth e comprar mais alguns joysticks, a decisão parece clara.