Activision Blizzard publica dados de diversidade e representação para 2021

Activision Blizzard depois de várias promessas de melhorias, parece que irá iniciar um processo de igualdade e fim da toxidade. Será?

Publicado em 22/12/2021 14:33
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Impelida por ações judiciais e alegações de assédio sexual e discriminação, a Activision Blizzard anunciou no final de outubro que estava se comprometendo a elevar sua demografia feminina e não binárias em 50%. Para fornecer transparência em relação a esse objetivo, a Activision Blizzard compartilhou uma análise da diversidade de suas quatro subseções pela primeira vez na história da empresa.

Os dados foram compartilhados por Daniel Alegre, diretor de operações da Activision Blizzard, que os combinou com uma carta descrevendo objetivos, falhas e progresso. Os próprios dados continham uma análise setor a setor da demografia da Activision, Blizzard, King e AB Corporate com mulheres e grupos étnicos sub-representados (ou UEGs) da empresa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dados de diversidade

Os dados mostraram que 24% dos funcionários da ABK eram mulheres; aproximadamente a mesma porcentagem média de outras empresas da indústria de jogos. No entanto, apenas 36% de seu quadro de funcionários vem da UEGs – 4% a menos do que a média do setor. Para ajudar a facilitar o aumento dessas porcentagens para os níveis prometidos pela Activision Blizzard, Alegre também traçou uma série de metas para 2022, incluindo a contratação de líderes de Diversidade, Equidade e Inclusão, investindo em programas de treinamento e recrutamento para promover a inclusão e desbloquear mobilidade ascendente para UEGs e mulheres por meio de programas de mentoria e patrocínio.

Depois das muitas armadilhas em que a Activision Blizzard caiu este ano, todos os olhos estão examinando as ações da empresa. Concorrentes, investidores e até legisladores estaduais têm repreendido as respostas inadequadas do ABK ao assédio sexual e discriminação no local de trabalho. Para piorar a situação, a Activision Blizzard começou uma atividade anti-sindical contra seus funcionários em resposta a várias greves e demandas.

Este nível de transparência é uma das poucas marcas boas no histórico irregular da Activision Blizzard nos últimos tempos. Allegre parece estar ciente de que esses dados estão longe de ser uma desculpa para se dar um tapinha nas costas e o fato de o padrão da indústria para mulheres no desenvolvimento de jogos ser de apenas 24% é indicativo de problemas maiores que a Activision Blizzard deveria tentar estabelecer um padrão, e tomar providências acima do esperado.

A empresa ainda tem muito trabalho a fazer, mas pode ser capaz de restaurar um pouco da fé que perdeu com a equipe e os fãs do ABK se continuar a trabalhar com esse nível de transparência. As palavras por si só, no entanto, não serão suficientes para salvar a Activision Blizzard. Afinal, a promessa de maior diversidade em outubro foi feita pelo CEO Bobby Kotick – recentemente revelado ter sido cúmplice na perpetuação da cultura que colocou a Activision Blizzard em apuros.

A menos que uma mudança real e duradoura aconteça na empresa e na indústria como um todo, a Activision Blizzard não pode se dar ao luxo de alimentar seus constituintes pela metade. E como fãs dos jogos e em acreditar que algo será feito, esperamos ansiosos e damos um voto de confiança, principalmente em favor daqueles que estão dentro da empresa querendo o melhor para todos e que acreditam em mudanças.

Via: Game Rant/Activision Blizzard
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar