Anitta planeja diminuir ritmo da carreira para ser mãe; Games ajudariam nisso?

Publicado em 19/9/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (18), Anitta concedeu uma entrevista à revista CARAS, e deu uma declaração que tem tudo para agitar seus fãs: a cantora pretende dar uma diminuída em seu ritmo de carreira por volta dos 30 anos. O motivo seria poder realizar outras coisas que só uma rotina mais caseira poderia permitir, e dentre estes desejos, estaria a vontade de ser mãe.

Anitta ainda tem 27 anos, e portanto, possui um tempo considerável até trintar, mas nada que impeça ela e seu time de marketing de já ir pensando em como inverter prioridades e ainda assim ter um faturamento interessante no mês. E diante disso, existem algumas boas opções, e uma delas, poderia ser o que ela vem fazendo desde o começo do mês: jogar videogame.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A parceria entre Anita e o Facebook deu início ao que a cantora chama de sua fase gamer, e embora os números do acordo não estejam expostos, não é difícil imaginar que isso esteja sendo bom para ambas as partes. Do lado da cantora, Anitta se conecta comercialmente com uma nova e importante fatia do mercado. Já pelo lado do Facebook, os algorítimos em torno da ‘Patroa’ são mais do que pertinentes para divulgar ainda mais a plataforma Facebook Gaming.

Daria para ganhar bem com games?

Uma pergunta que muitos podem se fazer diante dessa possibilidade é se Anitta ganharia como gamer tanto quanto como cantora. De bate-pronto, a resposta é sempre ‘depende’. Antes de mais nada, vale lembrar que pessoas com o status de celebridade como Anitta, Neymar, Marina Ruy Barbosa e outros famosos podem ganhar com publicidade uma quantia que, muitas vezes, pode ser mais fácil de conquistar do que propriamente trabalhando na sua principal ocupação.

No caso de Neymar, que também joga videogame, não é possível comparecer menos aos gramados, nem Marina negar todos os papéis, mas Anitta pode, com planejamento, fazer menos shows, e ainda assim manter um bom faturamento. Aliás, alguns portais apontaram que ela fazia isso até pouco tempo antes do mundo do entretenimento parar por conta da pandemia.

Richard Tyler Blevins é o gamr influence que mais lucrou em 2019, com R$72 milhões. Imagem: Divulgação.

Diante disto, existe uma série de possibilidades que podem tornar a atividade gamer de Anitta uma boa opção para a fase em questão. Uma delas é a possibilidade de encaixar alguns “merchans” nas suas lives mesmo. Esta semana, por exemplo, Anitta citou uma cerveja da Skol, uma de suas marcas parceiras, enquanto jogava. Bom, se não foi pensado, fica a dica.

Por fim, vale lembrar ainda que o setor paga bem para suas estrelas mais populares. A princípio, Anitta não estaria perto dos 30 milhões de dólares que recebeu o adolescente Taylor Ninja recentemente, mas também estaria longe do outro extremo desse mercado, onde o minimamente rentável funciona na base de permutas. E a julgar que todas as transmissões gamer da cantora até aqui passaram de 1 milhão de visualizações, dá par dizer que muita gente se interessa nessa vitrine.

Vantagens

Ter uma carreira como streamer é o sonho de muitos jovens atualmente, que além dos patrocínios, veem uma série de vantagens nessa vida cujas principais ferramentas são uma caideira, um computador com um jogo popular e uma boa internet para, diante de seus milhões de seguidores, trabalhar de casa. No caso de Anitta, obviamente só restaria o último item dessa lista para ser conquistado.

Até o Plínio, cachorro da Anitta, tem muitos seguidores e já foi imaginado em Free Fire. Imagem: Reprodução Instagram

Assim, no caso de uma gravidez, entre uma coreografia no palco da calorenta Cuiabá (ou qualquer outra nessas condições) e um resmungo numa cadeira gamer no ar condicionado de casa, a decisão parece muito mais inclinada para a segunda.

E assim como já foi dito acima, seus seguidores, parceiros comerciais são mais do que vantagens nesse mercado que está se abrindo para ela, são uma chance real de se obter muita receita para ambos os lados.

Tempo

Ainda não se sabe quanto tempo vai durar, de fato, a ‘Anitta Gaming’, mas a profissão de streamer indica que veio para ficar. O mercado gamer tem movimentado bilhões por ano com seus jogos, franquias expandidas, campeonatos e as transmissões, que são uma parte fomentadora disso tudo. Claro, ainda tem, em tese, três anos até que a moça de Honório Gurgel fique diante disto, e muita coisa imprevisível acontece em três anos, mas tudo indica que dá jogo.

A desenvoltura que Anitta tem demonstrado já na sua adaptação nesse mercado tem tudo para que ela tenha essa atividade como uma de suas principais veias comerciais desde já. Poderosa, ela já é, falta dar o BANG.

Leia também

https://observatoriodegames.uol.com.br/mercado/confira-5-barbeiragens-de-anitta-dirigindo-em-gta-v-dirigindo-igual-a-um-ca
https://observatoriodegames.uol.com.br/mercado/grito-euforia-palavrao-e-desabafo-veja-como-foi-a-primeira-morte-de-anitta-em-free-fire
https://observatoriodegames.uol.com.br/noticias/artista-recria-anitta-e-seu-pet-plinio-no-universo-de-free-fire
https://observatoriodegames.uol.com.br/noticias/confira-10-momentos-impagaveis-da-primeira-live-gaming-de-anitta
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio