Atual técnico do Corinthians ganha ação judicial contra SEGA por danos morais

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O atual técnico do Corinthians, Vagner Mancini, ganhou uma ação judicial contra a SEGA por danos morais. A ação foi movida contra a desenvolvedora japonesa, por utilizar a imagem e outros dados do treinador no Football Manager, entre 2009 à 2020 (exceto em 2014).

De acordo com a decisão em 1ª instância, a juíza Flavia Poyares, da 2ª Vara Cível de São Paulo, condenou a empresa a pagar R$ 5 mil reais por cada jogo em que o técnico foi citado. O advogado de Mancini, Luis Felipe Cunha, informa que a indenização pode superar a casa dos R$ 170 mil reais, sem contar os juros de 1% ao mês, contabilizando desde 2009.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“No caso em exame, o uso da imagem do autor pela ré se deu para fins comerciais com finalidade de lucro, sem, portanto, qualquer interesse público relevante”, Afirmou a juíza.

Em suma, utilizando dados apontados em abril de 2020, pelo site É o Time do Povo. O valor correspondente é superior ao salário do meia chileno Ángelo Araos (90 mil), o goleiro Walter (150 mil) e o volante Richard (130 mil), que atuam pelo timão.

“A Sega nunca procurou o Mancini ou qualquer outro profissional do futebol para negociar o uso das suas respectivas imagens. Ela utiliza a imagem desses profissionais sem qualquer lastro, sem qualquer autorização e fatura muito por isso”, afirma o advogado do técnico.

Football Manager não é comercializado em solo brasileiro desde 2016.

Via: Bruno Thadeu/UOL Esporte e Apuração

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio