Avião comercial chinês promete EUA – Pequim em uma hora

Você faria um voo sub-orbital para chegar mais rápido. Topa?

Publicado em 04/02/2022 00:55
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma hora, ou, olhando pelo lado gamer, dois capítulos de Castlevania e pronto. Este é o tempo que levaria para você ir de Pequim a Nova York, de acordo com a promessa da Space Transportation. A empresa chinesa divulgou recentemente que será capaz de oferecer um serviço aéreo que diminui em quase 20 vezes o tempo que se leva para completar essa rota.

E com um diferencial e tanto: esse avião ultra veloz iria pelo “espaço”, pelo menos por um pedaço desse tempo. Funcionaria assim: A aeronave é lançada ao espaço igual um foguete, o que significa dizer que o avião ficaria de bico para cima na hora de decolar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É desse jeito aí. Tem coragem? (Imagem: Space Transportation)

Uma vez lançado, a aeronave (ou “foguete com asas” como se referiu o porta-voz da empresa) se desprende dos foguetes que a impulsionaram, e seguiria no campo sub-orbital por alguns minutos mágicos/tesos para quem olha da janela, e na sequência já iniciaria sua descida até a cidade de Peter Parker.

Deve ser o olho da cara

Se você estiver falando da passagem em si, os custos ainda não foram levantados, mas os cálculos para verificar se isso é mais barato que lançar um foguete já foram feitos. “Estamos desenvolvendo um foguete alado para transporte ponto a ponto de alta velocidade, com custo mais baixo do que foguetes que transportam satélites e mais rápido que aeronaves tradicionais”, disse um porta -voz da empresa em entrevista recente ao Yicheng Times.

Quando vai ser?

Esse check in vai demorar. O plano é realizar os primeiros testes em solo ainda este ano, depois um primeiro voo de um protótipo de turismo espacial suborbital em 2023, um teste tripulado em 2025 e, estando tudo certo, em 2030 um voo global acontece comercialmente.

Outra ilustração do futuro avião da Space Transportation. (Imagem: Divulgação)

Por enquanto, a maior façanha da empresa foi realizar um voo de teste em abril de 2019, onde foi levado um demonstrador de tecnologia de 3.700 quilos chamado Jiageng-1. O teste foi realizado em cooperação com a Universidade de Xiamen e ocorreu curiosamente apenas alguns meses após sua fundação, em agosto de 2018.

Até o momento, a empresa já arrecadou cerca de 46 milhões de dólares para seguir com seus estudos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar