CCXP 2020 terá edição virtual, mas adverte: “Não será uma simples live”

Publicado em 18/7/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2019, a CCXP se consolidou como o maior festival de cultura pop do planeta, recebendo 280 mil visitantes em quatro dias. E, para 2020, a organização do evento já previa mais uma edição histórica, com inúmeras novidades e conteúdos diferenciados.

Mas a pandemia da COVID-19 pegou a todos de surpresa e impôs ao mundo novos desafios, incluindo a forma de se divertir e se relacionar. Ao longo destes quatro meses de isolamento, o evento vem discutindo seu formato para este ano, além de acompanhar de perto os pedidos do público nas redes sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por entender que o evento traz visitantes de todo o Brasil, e que seria imprudente reunir um número tão grande de pessoas diante da situação atual, a organização do evento decidiu que a edição do evento será 100% virtual.

Virtual, mas mais do que uma live

De acordo com o CEO da CCXP, Pierre Mantovani, uma coisa é certa: “Não será uma simples live. Direcionamos todos os esforços para que cada parte da CCXP esteja presente na casa de milhares de pessoas, como um pedacinho da experiência, só que digital. E justamente por ser digital, pela primeira vez na história, teremos um evento de escala global para a indústria do entretenimento“.

A edição especial terá nome e sobrenome especiais para a ocasião: “CCXP Worlds: A Journey of Hope“. O objetivo é trazer uma mensagem positiva após um período difícil para o mundo inteiro: “Vamos investir toda a nossa capacidade criativa e o alcance da nossa comunicação para trazer uma pauta positiva e construir um lugar para nos encontrarmos e para compartilhar o que cada um tem de melhor. Essa jornada de esperança busca um mundo mais justo, com oportunidades igualitárias e mais sustentável“, diz Marcelo Forlani, head de cultura, diversidade e pertencimento da Omelete Company.

Atrações

Mas… e o Artists’ Alley? E os encontros com celebridades? E os estúdios? E as fotos com os cosplayers? A experiência será gratuita? Todos estes mistérios serão desvendados e detalhados para o público a partir do dia 25 de agosto. Nessa data, a CCXP realizará uma coletiva virtual para a imprensa e, em seguida, também começará a detalhar o evento em seus canais proprietários.

Assim, a CCXP se junta às partes da indústrias de games que precisaram se superar diante do momento de crise gerada pela pandemia, que até o momento desta publicação segue sem cura, tendo apenas algumas vacinas promissoras, prestes a iniciarem seus testes em humanos.

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio