Conheça Tannenberg, um multiplayer da Primeira Guerra

Publicado em 27/7/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A WW1 Games Series acaba de lançar o FPS da Primeira Guerra, Tannenberg, para PlayStation 4! Os veteranos que já jogaram o título anterior da empresa, Verdun, reconhecerão os ataques devastadores de gás e artilharia, o combate corpo-a-corpo feroz e a variedade de armas, uniformes e mapas autênticos. Confira abaixo mais informações sobre o game, via Playstation Blog.

Desenvolvimento

Tannenberg foi cuidadosamente otimizado para uma performance top no PlayStation 4, com batalhas de 40 jogadores em mapas grandes — incluindo a nova fortaleza de Przemyśl! Até 20 bots podem preencher as equipes quando uma partida começar, e os efeitos (opcionais) de sangue e violência são do mesmo nível dos vistos na versão remasterizada de Verdun. Quem tiver um PS4 Pro terá o benefício de uma melhor resolução, sombras mais detalhadas, e muitas outras melhorias gráficas. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como bônus, também foram criados oito avatares PlayStation com os soldados dos exércitos Russo, Alemão e Austro-Húngaro. Os avatares serão adicionados no bundle de games da Primeira Guerra junto com seis avatares de Verdun.

Batalha na Frente Oriental

O modo de jogo principal de Tannenberg terá 40 pessoas lutando pelo controle de setores importantes do campo de batalha, cada um oferecendo uma vantagem estratégica. A guerra na Frente Oriental foi muito mais móvel do que a da Frente Ocidental, e o gameplay de Tannenberg reflete isso. É certamente muito diferente das batalhas em trincheiras típicas da Frente Ocidental, vistas no nosso primeiro game, Verdun!

Esquadrões

Escolha um esquadrão entre as poderosas nações da Rússia, Alemanha ou do Império Austro-húngaro, ou lute por uma nação menos como a Romênia, Bulgária ou Látvia. Todo esquadrão do jogo possui vários papéis, cada um com equipamento diferente. Seja lutando com um sabre e carabina na pele de um Cossaco Russo, ou um soldado Búlgaro com o venerável, porém obsoleto rifle Martini-Henry, todas as armas foram modeladas com base em referências de literatura, e quando possível, em armas reais.  

A mesma atenção foi dada aos uniformes e mapas. Embora os campos de batalha de Tannenberg não sejam lugares reais, são inspirados diretamente por regiões onde lutas ocorreram, e em pesquisas usando fotos e mapas da época.

Criando os mapas

Quando a empresa criou os mapas, eles usaram várias referências históricas. “Fotos são ótimas claro, mas ainda eram bem raras durante a Primeira Guerra, especialmente na Frente Oriental” isse o co-fundador da empresa, Jos Hoebe. “Os mapas são bem úteis para conseguir uma impressão de como as trincheiras eram dispostas, ou que tipo de terreno era considerado tático e crucial na época”, continuou.

“Esboços feitos por soldados ajudam tanto quanto fotos, principalmente os feitos pelos artistas militares – embora novamente, isso era uma prática mais comum na Frente Ocidental, onde as posições eram mais fixas. Tudo andava rápido no Leste, e inteligência poderia rapidamente se tornar obsoleta. Por último, você pode ler livros de história e os relatos dos soldados em si. Melhor ainda, você pode conversar com experts historiadores que dedicaram sua vida ao tópico! É uma ótima maneira de aprender sobre os detalhes e fontes que podem ser omitidas no livros mais comuns. Usamos todos esses métodos quando criamos Tannenberg e mapas que parecem campos de batalha reais”, finalizou Jos.

Tannenberg já está disponível para o Playstation 4.

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio