EA pode estar “mais interessada que nunca” em comprar a WB Games

Publicado em 31/7/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente um relatório da CNBC em junho revelou que a divisão da Warner Bros Games estaria a venda, e de acordo com algumas informações, Microsoft, Activision, Take-Two e EA. Agora, a Eletronic Arts pode querer dar a largada nessa corrida.

Durante a reunião de investidores da EA nessa quinta-feira (30), o diretor financeiro Blake Jogensen, ao responder uma pergunta sobre futuras aquisições (a questão menciona como exemplo, um “grande ativo” atualmente à venda, provavelmente se referindo a divisão de jogos da Warner Bros), disse que a empresa “está interessada mais do que nunca” em adquirir não apenas estúdios, mas os melhores.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora não possa apontar nomes específicos que a empresas tenha interesse, Jogensen deixou claro que a EA “Dá uma olhada em quase tudo” que está à venda no mercado dos games.

Vale a pena esclarecer neste momento que quem adquirir a WB Games não necessariamente terá todo o IP vinculado dessas empresas. O site Next Web especula, no entanto, que, como o Mortal Kombat pertence ao NetherRealm em primeiro lugar, caso a Microsoft realmente avance no acordo, ele ficará sob seu controle. Outras propriedades, como BatmanSenhor dos Anéis e a Série de Fantasia Amaldiçoada que não devem ser nomeadas (Cursed Fantasy Series That Shall Not Be Named), no entanto, provavelmente teriam que ser licenciadas para diferentes editoras, supostamente de uma maneira semelhante à maneira como a Disney deu à EA as chaves de Star Wars em 2013.

Até então nenhuma empresa declarou interesse público sobre a compra da WB Games, nem a própria empresa se declarou a venda, e se por acaso anunciasse, o comprador teria de desembolsar uma quantia entre 2 a 4 bilhões de dólares.

Tendo ciência da possível compra do estúdio pela EA, diversos fãs se mostraram infelizes com a notícia, associando o estúdio com as polêmicas microtransações, modo no qual foi repudiado mundialmente por desbalancear os jogos.

Veja também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio