Publicidade
ENTENDA

Elon Musk pausa conflito com TSJ e anuncia robotáxi

Um grande passo em direção ao futuro
Gostou? Compartilhe!
Elon Musk X Tesla
(Imagem: Divulgação)
Publicidade

Elon Musk sempre demonstrou interesse em veículos autônomos, afirmando que eles serão um dos principais produtos da Tesla. Apesar das grandes expectativas, passaram-se anos sem que carros capazes de dirigir por conta própria se tornassem realidade. Entretanto, em uma sexta-feira à tarde, momento em que as empresas costumam divulgar notícias discretamente, Musk anunciou no Twitter que a Tesla revelaria seu “robotáxi” em 8 de agosto. O post foi simples e direto: “Revelação do Tesla Robotáxi em 8/8“, publicou o CEO da Tesla.

Musk já havia declarado anteriormente que a Tesla produziria um carro sem controles para ser usado por humanos. Ele também enfatizou que os carros da Tesla equipados com a Capacidade de Autodirigibilidade Total se tornariam gradualmente melhores em dirigir por meio de atualizações de software. Segundo Musk, em algum momento, esses carros seriam capazes de operar como táxis totalmente autônomos, gerando renda para seus proprietários ao oferecerem caronas por conta própria.

Até agora, a empresa superou várias previsões de Musk sobre quando a verdadeira direção autônoma seria possível. Há cinco anos, em abril de 2019, a Tesla anunciou sua expectativa de lançar os robotáxis até 2020, prevendo que esses carros autônomos durariam 11 anos e percorreriam 1 milhão de milhas, gerando lucros consideráveis para a empresa e para os operadores dos veículos.

Continua depois da Publicidade

Atualmente, a Capacidade de Autodirigibilidade Total pode ser adquirida como um opcional em um novo Tesla Model 3, por um custo adicional, ou através de uma assinatura mensal. É importante destacar que, conforme indicado pela Tesla, os recursos habilitados atualmente requerem supervisão ativa do motorista e não tornam o veículo completamente autônomo.

Kelly Funkhouser, da Consumer Reports, que testou o sistema recentemente, afirmou que, ironicamente, está menos preocupada com sua segurança em comparação com o Autopilot comum da Tesla, que oferece assistência de direção mais limitada em rodovias. Ela comparou a experiência de dirigir com a Autodirigibilidade Total a confiar o controle do carro a um motorista inexperiente.

CONTEÚDO RELACIONADO