FIFA EA
Os criadores do EA FIFA eSports não acreditam que isso seja um jogo de azar. Imagem/divulgação: EA eSports FIFA

Os games são os escapes de diversas pessoas para esquecer problemas, ou talvez se divertir. O problema começa quando a pessoa mergulha de cabeça, perdendo a noção do que está fazendo. E isso acaba de ganhar um exemplo através do game FIFA 20, o simulador de futebol oficial da entidade que comanda as principais competições deste esporte no mundo.

De acordo com a BBC 5, que fez uma matéria investigativa acerca dos pacotes de FIFA serem considerados como um jogo de azar, foi revelado o testemunho de Honathan Peniket. O jovem de 21 anos gastou 3000€ libras somente com pacotes do Ultimate Team, um valor que convertido para o real dá pouco mais de 20 mil.

De acordo com o jovem, o vício começou a ser frequente em 2017 por conta de problemas familiares, e com o tempo, só foi aumentando. Confira:

“2017 foi o ano que mudou tudo na minha vida. Eu estava completando meu último ano no nível A, com planos vagos de ir para a universidade. Em setembro, minha mãe foi diagnosticada com câncer. Eu gastava 30 libras a cada vez que jogava, depois 40 libras, depois 50 libras… Quando meu cartão começou a bloquear minhas transações, eu jogava 80 libras no jogo quatro ou cinco vezes por noite”, afirma o rapaz.

Honathan Peniket, que usou dinheiro da família para seguir com seu vício no game. Imagem: BBC.

O jovem relata, com tristeza, que a poupança guardada pelos seus pais e avós eram para sua faculdade, dinheiro que agora está todo dentro do jogo. Segundo ele, seus parentes ficaram tristes ao descobrirem a atitude de gastar tudo no game, um erro que Honathan lamenta profundamente, mas que assume a total responsabilidade pelo ato.

Algumas semanas antes dos meus exames, depois de dias assistindo pessoas abrirem pacotes no YouTube, chegou o momento em que o dinheiro acabou. Dinheiro pelo qual meus pais e avós haviam trabalhado, que me foi dado como poupança para o meu futuro. Eu tinha gastado quase £ 3.000. Eu aceito a responsabilidade pelo que aconteceu. As decisões que tomei para gastar esse dinheiro foram tomadas por mim. Meus pais ficaram com o coração partido ao descobrirem isso, depois de conferirem os extratos bancários”, concluiu.

A câmara do Reino Unido divulgou uma carta de recomendação para que o governo revisse os tais pacotes, buscando defini-los como ‘jogos de azar’, já que nunca se sabe o que se pode receber nessas aquisições. Além disso, é entendido que a prática ainda pode ter um impacto nas crianças que veem influenciadores digitais abrindo dezenas de pacotes.

Os criadores do EA FIFA eSports não acreditam que isso seja um jogo de azar, e buscam definir a abertura de pacotes como uma “mecânica surpresa”. A empresa reitera que não há necessidade do jogador gastar seu dinheiro no Ultimate Team, pois é possível jogar gratuitamente e esses recursos extras são opcionais. A própria FIFA também foi procurada para comentar o caso, mas não respondeu.

Veja também: