Publicidade
VEJA

Grupo de Hackers ajuda Sony a corrigir risco de pirataria

Uma decisão honesta
Gostou? Compartilhe!
PlayStation Portal
(Imagem: Sony)
Publicidade

Um engenheiro do Google que participou da descoberta de uma vulnerabilidade no Portal PlayStation, que permitia a execução de jogos de PSP offline, afirmou que sua equipe colaborou com a Sony para corrigir o problema.

O Portal é um dispositivo exclusivamente de streaming projetado para permitir que os jogadores transmitam jogos do PS5 para o portátil via Remote Play, sem a capacidade de armazenar jogos fisicamente.

Em fevereiro, o pesquisador de vulnerabilidades na nuvem do Google, Andy Nguyen, revelou que ele e sua equipe conseguiram hackear o dispositivo para permitir jogos locais, utilizando um emulador de PSP offline.

Continua depois da Publicidade

Na segunda-feira, o PlayStation Portal recebeu uma atualização de firmware para a versão 2.06, que Nguyen confirmou posteriormente conter uma correção para o hack, identificado pela equipe do Google.

Antes de ingressar no Google, Nguyen já havia desenvolvido jailbreaks para o PS Vita e corrigido vulnerabilidades no PS4. No entanto, após o anúncio do hack do Portal, Nguyen deixou claro que não pretendia divulgar os detalhes publicamente.

Embora tenha enfrentado críticas por não compartilhar publicamente o exploit, Nguyen explicou que reportá-lo à Sony era a ação ética, pois a divulgação pública inevitavelmente levaria a empresa a corrigir a vulnerabilidade.

Não faz ideia por que vocês choram com a divulgação“, escreveu. “Se acabássemos de lançar para o público, você acha que a Sony deixaria isso sem patch? Relatar versus não relatar é apenas algumas semanas de diferença.

CONTEÚDO RELACIONADO