The Last of US 2
Mata ou não matar Abby? (Imagem: Reprodução)

Durante uma conversa com a BBC, Craig Mazin, o roteirista da futura série de The Last of Us, revelou algumas novidades sobre a adaptação da HBO. Segundo ele, a transição para a nova mídia fará com que materiais não vistos no game original finalmente surjam.

De acordo com Mazin, todo o material que está presente dentro da série foi fielmente baseado no jogo desenvolvido pela Naughty Dog e nas ideias de seu diretor, Neil Druckmann, sendo assim, nada será distorcido.

“Se você jogou o game, queremos que assista a série e fale ‘isto não violou nada do que adoro no jogo e no que vi nele, mas também me trouxe muito mais coisas que eu não sabia, coisas verdadeiramente espantosas”, prometeu Mazin.

Ele ainda reitera que existirá um momento na série, criado pelo próprio diretor do game, que não teve espaço para entrar no primeiro jogo, mas que acontecerá no seriado. O próprio escritor alerta que os fãs terão de se preparar para a cena, já que a cena é “de cair o queixo”.

“Sem dúvida, temos de fazer isso. Nem poderiam me impedir de fazer. Teriam que me dar um tiro para me impedir de fazer isso.” alerta.

Para concluir sua descrição provisória sobre a série, Mazin relembra o que havia dito recentemente, sobre a expansão da história do game e do desenvolvimento da relação dos personagens principais.

“É uma jornada, a lenta criação de uma amizade. Compreendemos de forma inerente que as relações conquistadas com o tempo são mais preciosas e merecem mais cuidado”, concluiu.

Johan Renck, diretor da aclamada série Chernobyl, irá dirigir o episódio piloto. Pro enquanto, o seriado baseado no game ainda não tem uma data cravada para ser lançado.

Veja também: