Tom Clancy’s Elite Squad | Trailer incita que militantes anti-racistas são vilões

Publicado em 30/8/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Perto da noite desse sábado (29) foi revelado o trailer do novo jogo mobile da Ubisoft, Tom Clancy’s Elite Squad, porém logo em seu início o vídeo apresentou uma grande polêmica.

O trailer com um minuto e meio narra que o jogador comandará um esquadrão militar que terá de “combater” um movimento terrorista que são definidos pelo símbolo do punho cerrado. O símbolo nada mais é que o logo do movimento Black Lives Matter, movimento militante anti-racista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tendo conhecimento do repúdio da comunidade, a Ubisoft divulgou uma nota oficial em suas redes sociais afirmando que irá apagar o momento visto no vídeo na próxima terça-feira (01).

As imagens que apareceram na sequência de abertura de Tom Clancy’s: Elite Squad, com um “punho erguido”, foram insensíveis e prejudiciais, tanto em sua inclusão quanto em como foram retratadas. Ouvimos e agradecemos aos jogadores, e a comunidade em geral, que nos indicaram essa falha e pedimos desculpas. Esta imagem será removida na próxima atualização do título nesta terça-feira, 1º de setembro no Android e o mais rápido possível no iOS.”

Esse não é o primeiro escândalo ligado a empresa já que recentemente, por conta uma lista divulgada pelo site da Blomberg diversos funcionários da empresa, incluindo o diretor criativo de Assassin’s Creed: Valhalla, foram acusados de assédio sexual.

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio