Homem pode ser preso por gastar ‘auxílio emergencial’ com carta Pokémon

Além disso, ele recebeu uma multa milionária de 250 mil dólares

Publicado em 26/11/2021 13:05
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um homem chamado Vinath Oudomsine, do estado americano da Geórgia, resolveu usar parte do seu auxílio emergencial para adquirir uma carta Pokémon. Por conta disso, ele recebeu uma multa milionária de 250 mil dólares, por ter usado empréstimos federais garantidos em auxílio para apoio contra a Covid-19 em uma carta rara dos monstrinhos de bolso, que custou 57 mil dólares.

De acordo com o jornal The Telegraph, ele foi acusado por fraude eletrônica e ainda pode ser condenado a 20 anos de cadeia. Segundo informações dos documentos judiciais, ele mentiu em seu pedido de Empréstimo para Desastre por Lesões Econômica (EIDL) para conseguir a grana, alterando o número de funcionários que trabalhavam na sua empresa.

Os dados dizem que em julho de 2020, a empresa teria 10 funcionários e que o faturamento bruto anual era de US$ 235 mil, resultando num empréstimo de US$ 84 mil proveniente da Secretaria de Pequenos Negócios. Esse dinheiro deveria ser para pagar salários em atraso, aluguel e outras coisas. No começo do ano, entretanto, ele desembolsou 57.789 dólares no card. Qual carta ele adquiriu, não sabemos, e o próprio acusado se recusa a entrar em detalhes sobre o processo judicial.

Falando em cartas raras, um dos cards mais valiosos foi produzido em 1999, e se trata de uma carta defeituosa de Charizard. O card acabou sendo vendido em janeiro de 2021, por 300 mil dólares. Compraria um card por esse valor?

Via: Giovanna Camiotto/Ei Nerd

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar