TBT: 5 obras que talvez você não sabia que influenciaram a criação da série Metal Gear

São várias obras que ajudaram na criação de Metal Gear, desde animes a livros clássicos da ficção.

Publicado em 11/11/2021 12:46
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Metal Gear é uma das obras mais aclamados da indústria de vídeo games. Criada por Hideo Kojima através da Konami, o jogo possui uma vasta coleção de material que ajudou a influenciar o jogo. Como muitos sabem, o agente 007 a serviço de sua majestade, James Bond, é uma dessas referências, tanto que a canção Snake Eater, tema de abertura de Metal Gear Solid 3: Snake Eater, é uma clara homenagem a franquia de filmes. Confira abaixo a música gravada neste ano.

Tiffany Mann emprestou seu imenso talento vocal em nessa versão de “Snake Eater” do Metal Gear Solid 3, sendo sem dúvida alguma, uma das mais incríveis homenagens ao universo de James Bond e Metal Gear. O estilo de animação feito no clipe é inspirado na ideia de que Metal Gear Solid teria feito um incrível jogo de tiro de rolagem lateral no estilo Metal Slug no estilo 16 bits.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas voltando a criação do jogo, vale destacar que a direção artística da série Metal Gear foi frequentemente influenciada por outras formas de mídia, principalmente devido ao amor de Hideo Kojima por filmes, música e literatura. Sendo assim, confira apenas 5 dessas influências de filmes, animes, entre outras obras que ajudaram na criação da saga Metal Gear.

1. 007

A série 007 é citada por Kojima como os filmes que mais o influenciaram no que diz respeito ao nascimento do Metal Gear. Missões secretas nas quais dependem o destino do mundo, ação de espionagem e infiltração solo inspiraram o cenário dos jogos Metal Gear. Em Metal Gear Solid 3: Snake Eater, Major Zero é revelado como um grande fã de 007 em uma conversa de rádio.

O design de Big Boss na versão original para MSX2 do Metal Gear 2: Solid Snake foi inspirado por Sean Connery, que era bem conhecido pelo papel de James Bond, que também recebeu uma referência indireta quando Naked Snake (o futuro Big Boss), que ele próprio não gostava da franquia 007, mencionou que não podia deixar de “comparar-se” a Bond de uma forma negativa. A música tema e abertura de Metal Gear Solid 3, Snake Eater, foi derivada, em certa medida, das aberturas e trilha sonora de James Bond.

Embora não na série em si, a versão do Super Smash Bros. Brawl da música “Theme of Tara” do Metal Gear tinha batidas derivadas de temas musicais semelhantes da franquia 007. A prótese de mão usada por Vladimir Zadornov e Venom Snake é derivada do vilão de Bond, Dr. Julius No.

2. 1984

O livro de George Orwell, 1984, influenciou amplamente o enredo de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, que se passa no ano de 1984. O slogan “Big Boss está assistindo você”, que pode ser visto em pôsteres visíveis na Mother Base, foi derivado de “Big Brother is watching you.” Ocelot cita o livro quando diz “Doublethink” e “dois mais dois é igual a cinco.” Finalmente, a sala de interrogatório na Base Mãe é chamada de “Sala 101“. Skull Face, ao relatar seus planos para Venom Snake durante o passeio de Jeep, parafraseia brevemente um dos ditos do Ministério da Verdade no livro, “esta guerra é a paz.”

3. 24 Horas

As visualizações em tela dividida que são ocasionalmente mostradas (como antes do duelo de Naked Snake e Major Ocelot em Bolshaya Past Crevice) em Metal Gear Solid 3, foram citadas por Kojima como sendo baseadas em 24 Horas. Kiefer Sutherland, que interpreta o protagonista do programa Jack Bauer, dubla Big Boss nas versões em inglês de Metal Gear Solid V: Ground Zeroes e The Phantom Pain.

4. Akira

Pouco depois de Gray Fox lutar com Solid Snake no laboratório em Metal Gear Solid, Fox, enquanto passava por dolorosas descargas, de repente grita “The … the mediciiiiiine!“, referindo-se a uma cena do filme de anime Akira onde Tetsuo exige um estabilizador devido à instabilidade de seus poderes psicocinéticos começando a sofrer mutação em seu braço.

5. De volta para o Futuro

Durante um Game Over em Metal Gear Solid 3, Roy Campbell irá punir Snake por matar certos personagens principais, pois isso causou um paradoxo no tempo. Esta foi uma alusão ao dublador japonês de Campbell, Takeshi Aono, que dublou o Dr. Emmett Brown nas dublagens japonesas da franquia De Volta para o Futuro.

Ainda existem muitas outras, lógicamente, como o mangá e animê Crying Freeman, o livro A Divina Comédia, o longa italiano de spaghetti western Django, entre outros. Caso queira saber mais, deixe sua resposta abaixo nos comentários que traremos mais curiosidades das obras que ajudaram na criação de Metal Gear.

Via: Konami/Metal Gear Fandom/Kojima Pro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar