Sony encerra comercialização de jogos para PS Vita, mas não avisa desenvolvedor

Sony encerra PS Vita e deixa desenvolvedores de jogos na mão.

PSVita
Publicidade

A notícia de que a PlayStation Store estava ficando offline para o PS3, PSP e PlayStation Vita pegou toda a indústrai (jogadores idem), de surpresa, pelo menos em termos de quão rápido isso está acontecendo, mas um desenvolvedor de jogos foi colocado em uma situação mais difícil. Ele foi forçado a cancelar um próximo jogo do PlayStation Vita, pois não havia sido foi informado com antecedência sobre o fechamento.

Em conversa com o site IGN, o fundador da Lillymo Games, Barry Johnson, disse que não recebeu nenhum aviso da Sony sobre o fechamento planejado da loja Vita antes da notícia pública. Por causa disso, seu próximo jogo não anunciado terá sua versão Vita cancelada, e os pedidos do estúdio por informações da Sony foram recebidos com silêncio.

Outros como Miguel Sternberg, da Spooky Squid, ainda estão correndo para lançar seus títulos antes que as inscrições sejam encerradas. A desenvolvedora Lightwood Games, Katherine Gordon, até ofereceu a ajuda de seu estúdio para fazer um teste de bug do jogo para que ele pudesse ser lançado antes do prazo.

Continua depois da publicidade

O Vita é um caso único em que a Sony parou de dar suporte com seus próprios jogos relativamente rápido, mas permaneceu um favorito dos jogos indie – e até certo ponto, isso continuou após o lançamento do Switch e ofereceu uma experiência portátil semelhante. O Vita foi brevemente comercializado como uma espécie de dispositivo complementar para o PS4, mas o próprio sistema já está fora de produção há mais de dois anos.

Você ainda poderá comprar jogos no PlayStation Vita até 27 de agosto. As lojas PS3 e PSP, entretanto, fecharão em 2 de julho, então faça as compras que desejar antes dessa data. Você ainda poderá baixá-los mais tarde.

Via: Gamespot/Twitter/Screen Rant/TechiAzi

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade