Diretor do Stadia diz que streamers deveriam PAGAR para transmitir jogos

Google Stadia
Publicidade

Um comentário polêmico de Alex Hutchinson, diretor criativo do Google Stadia, está repercutindo velozmente entre a comunidade gamer. Isto porque nesta quinta-feira (22) Alex defendeu a ideia de que os streamers deveriam pagar para publishers e desenvolvedores para que pudessem transmitir seus jogos em plataformas de jogos como Twitch e Facebook Gaming.

A declaração foi feita através da conta pessoal de Alex, que pegou como gancho o assunto de que os usuários da Twitch estariam recebendo mais uma nova onda de notificações sobre violação de direitos autorais na parte musical dos jogos. Confira abaixo:

Em tom aparentemente reticente, o funcionário disse: “Os streamers preocupados em terem seu conteúdo retirado porque usaram músicas pelas quais não pagaram, deveriam estar mais preocupados com o fato de que estão transmitindo jogos pelos quais também não pagaram. Tudo se vai assim que as publishers resolverem agir“, disse Alex, que mandou a famosa ‘braba’ na postagem seguinte:

A verdade é que os streamers deveriam pagar aos desenvolvedores e editores dos jogos que eles transmitem. Eles deveriam comprar uma licença como qualquer empresa real e pagar pelo conteúdo que usam.” disparou. Como era de se esperar, o comentário desencadeou uma série de críticas na rede social.

O streaming de games já se tornou um reconhecido hábito entre muitos jogadores, que permanecem por horas jogando online um determinado título, aproveitando o interesse gerado em torno dessa prática para construir parcerias e oportunidades financeiras. Até o momento, nenhum perfil oficial do Google Stadia se pronunciou sobre a declaração de Alex Hutchinson.

Sobre o Google Stadia

O Google Stadia (ou só Stadia) é um sistema de streaming de jogos de propriedade da Google, que funciona como uma espécie de ‘Netflix’, só que com jogos em seu catálogo, que podem ser acessados direto do navegador e controlados com o joystick oficial do Stadia, ou qualquer tipo de controlador que seja compatível com a máquina em uso.

O serviço não tem embalado mundo afora, e ainda não tem data de lançamento para o Brasil. Leia outras informações como preço, pré-requisitos e outros detalhes sobre o Google Stadia aqui.

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade