Google Stadia pode ter seu fim decretado em breve

Boato sugere que o Google pode estar tentando matar sua plataforma de streaming de jogos, Stadia, para sempre antes do final do ano.

Google Stadia Game Over
Publicidade

O Google Stadia não teve tanto sucesso quanto o supergigante da Internet queria. Embora o serviço de streaming de jogos tenha acabado por ter sido lançado, não está fazendo ondas desde o seu lançamento, e muitos teorizaram que o Google acabaria afundando o serviço inteiramente em um futuro relativamente próximo.

Essa ideia também não é sem precedentes, pois o Google é conhecido por encerrar serviços com baixo desempenho em um período surpreendentemente curto, e o Google Stadia, em particular, não está indo muito bem no grande esquema das coisas. Os últimos rumores sugerem que os planos de encerrar o Stadia podem estar mais adiantados do que alguns imaginam, com o Google pretendendo fechá-lo antes do final de 2022.

O Google Stadia foi anunciado originalmente em 2019 e, embora tenha sido apresentado como a próxima grande novidade para jogos, mal causou impacto no final. De acordo com a conta do Twitter, Killed by Google, que acompanha todos os serviços que o Google fecha, pode não demorar muito para que o tempo do Stadia acabe.

Continua depois da publicidade

É uma situação “ele disse, ela disse”, para ser justo, mas de acordo com as fontes do titular da conta, o Google pode fechar o Stadia “até o final do verão”. A fonte também afirma que não haveria transferência de licença de qualquer tipo, o que significa que qualquer compra feita no Stadia seria efetivamente anulada quando o serviço for encerrado.

O Killed by Google comparou esse plano ao que a empresa fez com seu serviço Play Music. Todos os assinantes seriam informados de 30 a 60 dias antes do fechamento do Stadia, e o último mês de serviço seria reembolsado como está, sem cobranças adicionais.

Mas pode ter salvação?

Recentemente, foi revelado que o Google pode salvar o Stadia alterando-o para o Google Stream, um serviço voltado para empresas. Esse ainda pode ser o plano, pois é improvável que o Google simplesmente descarte a tecnologia que foi usada para manter o Stadia funcionando.

A ressalva óbvia a esse boato, é claro, é que ele não é confirmado e não verificado. Mesmo o Killed by Google menciona que essas alegações não são necessariamente verdadeiras e que a fonte pode muito bem ser imprecisa.

Ao mesmo tempo, se o Google licenciar o Stadia como Google Stream no futuro, remover o serviço voltado para o consumidor de seu impulso de marketing provavelmente seria a escolha sensata.

Via: Game Rant/Killed by Google/Twitter

Publicidade
© 2022 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade