Como detectar e remover spyware russo do seu Mac

O spyware russo é uma ameaça crescente, mas existem maneiras de se manter a salvo de crimes cibernéticos patrocinados pelo Estado.

Publicado em 08/04/2022 09:57
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As ameaças de segurança cibernética da Rússia estão aumentando, mas o desenvolvedor de um utilitário para Mac chamado CleanMyMac X tem uma solução para manter os usuários seguros. Hackers e cibercriminosos russos foram responsabilizados por um grande número de ataques a interesses ocidentais nos últimos anos, e as coisas só foram de mal a pior desde o ataque à Ucrânia.

Após a invasão russa na Ucrânia, as autoridades de tecnologia da informação da Alemanha alertaram que o software antivírus da empresa russa de segurança cibernética Kaspersky poderia ser usado para espionar os usuários. Alguns dias depois, a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC) adicionou a Kaspersky Lab à sua lista de ameaças à segurança nacional.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora a Kaspersky Lab tenha sido apontada por agências de segurança ocidentais, muitos outros aplicativos também estão sob escrutínio por possíveis infestações de malware que podem violar a privacidade e a segurança dos usuários. Para protegê-los de possíveis malwares russos, o aplicativo de ajuste para Mac CleanMyMac X adicionou uma categoria chamada ‘Aplicativos Suspeitos’ ao seu módulo desinstalador.

O recurso permite que o programa identifique e remova aplicativos originários da Rússia e da Bielorrússia para proteger os usuários de possíveis ameaças cibernéticas. Para se livrar de aplicativos russos e bielorrussos em um Mac, baixe e instale a versão mais recente do CleanMyMac X no site oficial. Depois de abrir o aplicativo, selecione a opção Desinstalador na barra lateral esquerda e, em seguida, selecione a categoria Suspeito no menu lateral.

Fazê-lo vai iniciar uma verificação que identificará aplicativos de desenvolvedores russos e bielorrussos. Depois que esses aplicativos são listados, os usuários podem revisá-los e desinstalá-los individualmente ou em massa.

Rússia força desenvolvedores de aplicativos a compartilhar dados de usuários

De acordo com o desenvolvedor do CleanMyMac X, MacPaw, os aplicativos russos podem ser um problema na situação atual devido a Moscou forçar legalmente todos os desenvolvedores de aplicativos e serviços online no país a armazenar dados de usuários em servidores russos que podem ser acessados ​​pelo governo do país sem um ordem judicial.

Com o atual regime bielorrusso dependendo fortemente do apoio da Rússia, o desenvolvedor acredita que os aplicativos e serviços bielorrussos podem ser comprometidos da mesma forma. Claro, só porque um aplicativo vem de um desenvolvedor russo não significa que ele terá algum tipo de malware. No entanto, pode ser uma possibilidade real no cenário geopolítico atual.

Por outro lado, há muitos spywares e malwares originários de outras partes do mundo, e eles são tão perigosos quanto qualquer um que possa ser originário da Rússia ou da Bielorrússia. O CleanMyMac X oferece uma nova maneira de eliminar possíveis spywares de um Mac e deve ajudar os usuários a lidar com uma ameaça a menos à segurança quando o crime cibernético está aumentando.

O que diz a Kaspersky

Em contato com o Observatório de Games, a Kaspersky Brasil emitiu o seguinte comunicado:

A Kaspersky está desapontada com a decisão da Comissão Federal de Comunicações (FCC) de proibir o uso dos subsídios federais para o segmento de telecomunicações em possíveis compras de produtos ou serviços da Kaspersky. Esta decisão não está baseada em qualquer avaliação técnica dos produtos Kaspersky – critério que a empresa defende continuamente – mas foi feita no âmbito político.

A Kaspersky reafirma que a decisão do governo dos EUA em 2017 de proibir entidades e contratantes federais de usar os produtos da Kaspersky é inconstitucional, baseado em alegações infundadas e sem qualquer evidência pública que comprove a suposta irregularidade da empresa.

Como não existem evidências para justificar as ações de 2017 e o anúncio do FCC refere-se especificamente à determinação do Departamento de Segurança Doméstica de 2017 para sustentar a recente decisão, a Kaspersky acredita que a extensão da proibição a entidades que recebem os subsídios de telecomunicações da FCC é igualmente infundada e uma reação ao contexto político – em vez de ser realizada uma avaliação da integridade dos produtos e serviços da Kaspersky.

A Kaspersky reassegura aos parceiros e clientes a qualidade e integridade de seus produtos, e continua à disposição para cooperar com as agências governamentais dos EUA no esclarecimento às preocupações da FCC e de qualquer outra agência reguladora.

A Kaspersky oferece produtos e serviços líderes de mercado a clientes ao redor do mundo para protegê-los de todos os tipos de ciberameaças e já deixou claro que não tem laços com nenhum governo, incluindo a Rússia. A empresa acredita que a transparência e a implementação contínua de medidas para demonstrar seu compromisso de longo prazo com a integridade e a confiança para com seus clientes são primordiais.

Kaspersky

Via: Screen Rant/CleanMyMac X
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar