Coreia do Sul deverá bloquear jogos do Google Play e App Store da Apple

A Coreia do Sul ordena que o Google e a Apple removam os jogos criptografados do tipo "jogue para ganhar"

Publicado em 31/12/2021 13:10
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os NFTs são o principal ponto de discórdia entre jogadores e desenvolvedores no moderno espaço de jogos online. Enquanto alguns acreditam que eles representam caminhos novos e inovadores para receita, outros os veem como investimentos desnecessários e arriscados que podem exigir uma quantidade indevida de energia para serem mantidos.

Editoras como Ubisoft e GSC Game World enfrentaram uma incrível resistência quando anunciaram planos de introduzir NFTs em jogos futuros, e alguns governos estão agora tomando medidas para regulamentar melhor a prática. O Comitê de Gestão de Jogos da Coreia do Sul solicitou recentemente que os mercados de aplicativos móveis, como o Google Play e a App Store da Apple, bloqueiem quaisquer novos lançamentos “jogue para ganhar” que exijam pré-requisitos de compras NFT para jogar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eles também decidiram remover os jogos play-to-earn atuais e futuros, negando-lhes as classificações etárias, que são exigidas nas lojas de aplicativos digitais sul-coreanas. A preocupação do governo sul-coreano em relação a essas novas práticas de jogo provavelmente decorre de sua associação com jogos de azar e o que eles chamam de “esquemas especulativos para fazer dinheiro“.

Os jogos que oferecem prêmios em dinheiro ou outros fundos que podem ser trocados diretamente por dinheiro são fortemente regulamentados na Coreia do Sul, e as recompensas monetárias do jogo no país estão proibidas de exceder 10.000 won coreanos, o que equivale a um pouco mais de 8 USD, ou R$ 50,14, na cotação de hoje, 31 de dezembro.

Crime Organizado

Esses regulamentos resultaram do aumento da popularidade de um jogo adjacente às máquinas caça-níqueis chamado Sea Story na Coreia do Sul em meados dos anos 2000. Sea Story não rendeu recompensas monetárias diretas, em vez de oferecer certificados de presente para evitar mais envolvimento do governo. No entanto, as vitrines e mercados de terceiros que trocavam esses certificados por dinheiro logo se popularizaram, o que acabou levando a um aumento significativo do crime organizado. Compreensivelmente, o governo sul-coreano agora teme permitir que práticas semelhantes criem raízes.

Este caso ecoa questões experimentadas recentemente nos países ocidentais: em 2020, a Bélgica e a Holanda baniram a maioria das formas de recompensas no jogo de loot box, e algumas ações menos restritivas também foram tomadas no Reino Unido e nos Estados Unidos.

É importante notar que, embora a Coreia do Sul pareça ser totalmente contra os NFTs que desempenham um papel nos jogos, a tecnologia blockchain e criptomoeda estão prosperando no país – um grande contraste quando comparada à China, onde as criptomoedas são proibidas. O Comitê de Gerenciamento de Jogos do governo acredita que a postura anti-blockchain percebida é um “equívoco” e afirmou que seu objetivo era evitar a “especulação”, não inibir tecnologias novas e lucrativas.

Via: Game Rant/IGN
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar