Rússia vs Ucrânia: Elon Musk ativa a Internet Starlink na Ucrânia em meio à invasão russa

A ativação ocorre após um pedido de um alto funcionário de Kiev.

Publicado em 28/02/2022 15:17
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Elon Musk disse no sábado (26) que sua empresa SpaceX ativou seu serviço de banda larga por satélite Starlink na Ucrânia após um pedido de um alto funcionário de Kiev. O desenvolvimento ocorre alguns dias após a invasão da Ucrânia pela Rússia em um ataque que foi descrito como “injustificado” e “não provocado” pelo presidente dos EUA, Joe Biden.

Espera-se que o conflito na Ucrânia não apenas cause um enorme impacto humanitário, mas também seja um problema significativo para as empresas globais, especialmente o setor de tecnologia. Há temores de que a guerra possa prolongar a escassez de chips, já que tanto a Rússia quanto a Ucrânia exportam materiais cruciais usados ​​para produzir microchips.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Starlink opera em vários países do mundo, incluindo os EUA, e planeja estender seus serviços a muitos outros mercados. No entanto, o serviço teve um começo difícil em alguns países, incluindo a Índia, onde os reguladores pediram à empresa que pare de receber pagamentos antecipados sem autorizações regulatórias e uma data de lançamento definida. O serviço também está sob análise nos EUA, onde muitos clientes reclamaram de longos períodos de espera e da incapacidade de entrar em contato com representantes de atendimento ao cliente após pagar um depósito de US$ 100.

Starlink na Ucrânia

Em um tweet na noite de sábado, Elon Musk anunciou que a SpaceX ‘ativou seu serviço de internet via satélite Starlink na Ucrânia em meio à invasão russa. O tweet veio algumas horas depois que o vice-primeiro-ministro da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, instou Musk a fornecer serviços Starlink à Ucrânia em um apelo apaixonado. Em um tweet no início do dia, Fedorov sugeriu que fornecer serviços Starlink na região é mais crítico do que colonizar Marte e enviar foguetes para o espaço. Em seu tweet, Musk também disse que mais terminais Starlink estão a caminho, mas não explicou como ele levaria o equipamento para a Ucrânia em meio ao conflito.

Starlink continua seus lançamentos de satélites

A SpaceX lançou mais dezenas de satélites Starlink esta semana como parte de seus planos de fornecer serviços de internet de banda larga de baixa latência em todo o mundo. A empresa lançou mais de 2.000 satélites nos últimos dois anos e planeja lançar outros milhares no futuro. A Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC) concedeu à SpaceX permissão para lançar até 12.000 minissatélites, que Musk acredita que ajudarão a Starlink a fornecer serviços de internet via satélite para locais distantes em todo o mundo.

Via: Screen Rant/Twitter/Elon Musk
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar