YouTube e Twitch: Saiba quais são os prós e contras para se fazer um streaming

O YouTube e o Twitch possuem vantagens e desvantagens na hora da criação de conteúdo e para mantê-los, saiba quais são.

Publicado em 01/02/2022 14:29
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Streaming é uma carreira viável e um hobby muito comum. Para os jogadores de todos os lugares, a transmissão ao vivo enquanto eles jogam em jogos populares oferece uma ótima oportunidade de construir uma comunidade e potencialmente ganhar algum dinheiro. À medida que a popularidade do streaming continua a aumentar, os streamers têm algumas opções quando se trata de escolher uma plataforma para seu conteúdo.

Embora não sejam as únicas opções para streamers, Twitch e YouTube são as duas plataformas mais populares em termos de streaming. Os dois sites oferecem diferentes prós e contras, e alguns streamers utilizam os dois ou alternam entre eles. A escolha de qual site postar a maior parte do conteúdo depende em grande parte das preferências pessoais de um streamer e do estilo de transmissão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Streaming no Twitch

O Twitch é de propriedade da Amazon e é uma plataforma somente de streaming. Isso significa que o único conteúdo disponível são transmissões ao vivo atuais ou recentes, não vídeos pré-gravados. Embora qualquer tipo de conteúdo possa ser feito, a grande maioria dos criadores de conteúdo no Twitch são streamers de jogos, o que levou à reputação do Twitch como uma plataforma destinada principalmente aos videogames.

Prós: Por causa disso, pode ser potencialmente mais fácil para os streamers aumentar o público no Twitch ao jogar, porque a comunidade interna é grande e tem ideias semelhantes. Muitos dos streamers mais populares do mundo, pessoas como Ninja, Pokimane, shroud, Casemiro, YoDa, entre outros, provaram que o sucesso selvagem no Twitch é totalmente possível.

Contras: O limite para monetizar um stream do Twitch é notavelmente menor que o do YouTube. Para se tornar um afiliado do Twitch, um streamer precisa de um mínimo de 50 seguidores, uma média de três espectadores por transmissão e um total de 500 minutos transmitidos em um período de sete dias. O Twitch também oferece mais opções para os streamers ganharem receita, como doações de bits, doações monetárias, assinaturas, mercadorias e anúncios.

No entanto, o algoritmo do Twitch não favorece particularmente os streamers novos e menos populares, portanto, embora os criadores possam monetizar seu conteúdo mais cedo, obter qualquer lucro significativo provavelmente exigirá muito trabalho braçal.

Streaming no YouTube

O YouTube é de propriedade do Google e é significativamente mais antigo que o Twitch, mas só integrou recursos de streaming nos últimos anos. Embora a plataforma agora suporte streams, sua principal forma de conteúdo ainda são vídeos pré-gravados.

Prós: Em geral, o YouTube é uma plataforma melhor para conteúdo duradouro, pois os fluxos permanecem indefinidamente após serem concluídos. Se um criador transmitir Pokemon Legends: Arceus na manhã de terça-feira, o vídeo ainda estará no ar na tarde de sexta-feira e o criador continuará a se beneficiar das visualizações após o término da transmissão. Embora o YouTube seja mais recente no mundo do streaming de jogos, muitos criadores populares como Dream, Valyrae, Bruno “Nobru” Goes, Robin Hood Gamer e outros ganham milhões de visualizações em seus streams do YouTube.

Contras: Para começar a ganhar dinheiro com streams do YouTube, os requisitos são muito mais altos do que os do Twitch. A plataforma exige que os criadores de conteúdo tenham 1.000 inscritos e um mínimo de 4.000 horas de tempo de exibição para monetizar um canal. Também há menos opções de monetização, limitadas a anúncios, assinaturas pagas e doações do Super Chat.

Os anúncios do YouTube pagam mais por visualização do que os anúncios do Twitch, mas o YouTube recebe uma fatia maior dos lucros do que o Twitch, tornando os dois bastante comparáveis ​​em termos de lucratividade.

Veredicto

Twitch e YouTube oferecem experiências semelhantes quando se trata de streamers. Para um streamer tentando decidir em qual plataforma trabalhar, tudo se resume a uma questão de prioridades. Embora o Twitch ofereça monetização mais rapidamente, é mais difícil criar um público do Twitch. Embora o YouTube exija mais, o algoritmo é mais favorável a criadores menores. Dependendo do que um criador deseja transmitir, com que frequência deseja postar, a duração dos vídeos que deseja fazer e as preferências da comunidade, tanto o Twitch quanto o YouTube são valiosos por diferentes motivos.

Via: Game Rant/YouTube/Twitch
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar