Publicidade
Saiba mais

Aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft finalmente tem sentença

A juíza Jacqueline Scott Corley decide a favor da Microsoft, o que significa que a empresa agora pode fechar seu acordo para adquirir a Activision Blizzard.
Gostou? Compartilhe!
Microsoft Activision Blizzard
(Imagem: Divulgação)
Publicidade

A Microsoft venceu sua luta contra a Federal Trade Commission (FTC), com a juíza Jacqueline Scott Corley negando o pedido da FTC de uma liminar, o que significa que o grande negócio da Activision Blizzard agora pode ser fechado. A Microsoft anunciou pela primeira vez sua intenção de adquirir a Activision Blizzard no início de 2022. Desde então, o negócio foi aprovado por uma ampla gama de órgãos governamentais, embora tenha sido bloqueado no Reino Unido.

Enquanto a maioria dos países aprovou a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft, a CMA do Reino Unido bloqueou o negócio. A FTC também estava tentando impedir a aquisição massiva. No entanto, a decisão da juíza Corley efetivamente significa que a FTC falhou em bloquear a tentativa da Microsoft de adquirir a Activision Blizzard, e o acordo recorde agora está livre para ser fechado.

A FTC ainda pode apelar tecnicamente da decisão, mas não está claro neste momento se realmente o fará. A decisão da juíza explicou que a FTC falhou em mostrar que a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft “diminuiria substancialmente a concorrência” e, de fato, as evidências apontam para que o acordo seja benéfico para os consumidores.

Continua depois da Publicidade

Ela apontou o compromisso da Microsoft em manter Call of Duty no PlayStation por pelo menos 10 anos, o plano de trazer Call of Duty para as plataformas Nintendo e os vários acordos feitos para que os jogos da Activision chegassem a diferentes serviços de jogos em nuvem. Basicamente, a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft tornará mais fácil para os consumidores acessar os jogos publicados pela Activision em uma ampla variedade de plataformas.

Via: Game Rant/Twitter

CONTEÚDO RELACIONADO