CEO da Activision Blizzard poderá ficar 350 milhões mais rico com venda para Microsoft

Bobby Kotick, CEO da Activision Blizzard foi totalmente contra a venda da empresa para a Microsoft

Publicado em 20/01/2022 12:51
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Microsoft anunciou recentemente a aquisição da Activision Blizzard, o que causou especulações sobre o futuro de ambas as empresas. A compra da dona de jogos como Call of Duty, World of Warcraft, Overwatch, Diablo, entre outras foi de US$ 68,7 bilhões, e lógicamente, a Microsoft – por enquanto – ficará um pouco mais pobre. Mas, pelo segundo informações, o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, deve se beneficiar muito com a transação, mesmo tendo sido contra a venda.

A Microsoft quebrou os recordes de aquisição da indústria de jogos depois de declarar que adquiriria a Activision Blizzard por quase US$ 70 bilhões. Incluídas nas declarações feitas pelos executivos envolvidos, havia menções ao metaverso, expandindo as ofertas do Game Pass Ultimate e melhorando os jogos na nuvem para trazer os títulos do Xbox para uma variedade de dispositivos. Muitos fãs se perguntaram o que aconteceria com Bobby Kotick e seu papel na Activision Blizzard além da aquisição. Atualmente, ele tem a ganhar financeiramente se for destituído do cargo de CEO.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com um registro da Activision na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, se Bobby Kotick for demitido como CEO da Activision Blizzard dentro de doze meses após uma mudança no controle, como a próxima da Microsoft, Kotick receberá pagamentos e benefícios totalizando US$ 292.970.341. Kotick mantém uma parte significativa das ações da Activision Blizzard, com cerca de 3.908.698 ações em 7 de agosto de 2021, que ele poderia vender como parte do acordo da Microsoft para comprar a empresa por US$ 95 por ação por cerca de US$ 370 milhões. Caso renuncie, ele abriria mão dos ganhos da cláusula de rescisão.

O contrato de Kotick arquivado na SEC dos EUA especifica que o CEO poderia receber o pacote de US$ 292.970.341 por ser rescindido “sem justa causa” durante os doze meses após a finalização do negócio. Os fãs podem esperar que isso aconteça no próximo ano, sugerindo que a Activision Blizzard pode ver uma saída do CEO no ano seguinte. Kotick recentemente pediu uma redução na remuneração anual devido às alegações de abuso e assédio na Activision Blizzard e uma compra da empresa pode compensar as perdas que ele incorreu desde então.

Uma das muitas razões pelas quais a Activision Blizzard teve um preço tão alto é o número de franquias populares associadas à editora, como Call of Duty, Crash Bandicoot, Overwatch e Spyro. Apesar de ter caído no valor das ações recentemente devido a um processo em andamento do estado da Califórnia sobre condições de trabalho inadequadas, a empresa manteve uma alta avaliação por meio de métricas regularmente impressionantes. Espera-se que Kotick permaneça CEO da Activision Blizzard até 2023 e atualmente não há planos públicos para liberá-lo assim que a Microsoft assumir o controle.

Via: Video Games Chronicle/Game Rant
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar