Publicidade
Microsoft vs FTC

Desenvolvedor contesta crítica do PlayStation sobre Xbox Game Pass ser “destrutivo”

Um conhecido estúdio de jogos rebate as alegações do PlayStation de que os desenvolvedores e editores não gostam do Xbox Game Pass por ser ‘destrutivo de valor’.
Gostou? Compartilhe!
Footbal Manager PS vs Xbox
(Imagem: Divulgação/Observatório de Games)
Publicidade

O diretor da Sports Interactive, Miles Jacobson, reagiu às recentes críticas da Sony ao Xbox Game Pass. Durante o julgamento federal da Microsoft vs FTC sobre sua proposta de aquisição da Activision Blizzard, veio à tona que Jim Ryan, do PlayStation, chamou o Xbox Game Pass de destrutivo, postulando que “todos” os principais editores “unanimemente” não gostam do serviço.

Enquanto os advogados da Microsoft questionaram a sugestão de Ryan de que ele falasse por toda a indústria, o CEO da Sony Computer Interactive insistiu que essa perspectiva desfavorável do Xbox Game Pass era uma visão comum em todo o espaço de jogos. Esta não foi a primeira vez que o executivo rejeitou o acordo de US $ 68,7 bilhões, já que Ryan se reuniu repetidamente com reguladores sobre a aquisição da Activision Blizzard desde que a Microsoft anunciou sua tentativa de compra da empresa em 2022.

As últimas críticas de Ryan ao Xbox Game Pass agora foram contestadas diretamente por Jacobson, com o chefe da Sports Interactive afirmando que o PlayStation não fala por todos os desenvolvedores e editores terceirizados. Elaborando esse ponto em uma entrevista recente com a Eurogamer, Jacobson disse que “jogos diferentes funcionam bem em situações diferentes”, sugerindo que declarações generalizadas como a de Ryan de que “todos” os editores não gostam do Xbox Game Pass têm pouca base na realidade.

Continua depois da Publicidade

Do ponto de vista da Sports Interactive, a decisão de trazer o Football Manager para o Xbox Game Pass rendeu resultados extremamente positivos, até porque expandiu massivamente o alcance da série carro-chefe do estúdio, revelou Jacobson. A empresa controladora da Sports Interactive parece compartilhar esse sentimento, já que a Sega anteriormente elogiou o Xbox Game Pass, citando-o como um fator importante que impulsiona o crescimento contínuo de suas inúmeras franquias.

Além do Football Manager, a editora japonesa até agora trouxe muitos jogos das séries Yakuza e Persona para o Xbox Game Pass. Sua parceria com a Microsoft também tem se aprofundado nos últimos tempos, como sublinhado pelo fato de que o recentemente anunciado Persona 3 Reload e Persona 5 Tactica serão lançamentos do primeiro dia do Xbox Game Pass, o que é o primeiro para esta longa franquia JRPG.

Questionado sobre a recente revelação de que a Microsoft considerou comprar a Sega antes de propor a aquisição da Activision Blizzard, Jacobson disse que não tinha conhecimento dessa possibilidade. O chefe da Sports Interactive explicou que ele é “normalmente” informado sobre esses desenvolvimentos de alto nível, o que implica que a Microsoft nunca entrou em negociações sérias de aquisição com a Sega.

A disposição da Sports Interactive em oferecer suporte a serviços de jogos baseados em assinatura não termina com o Xbox Game Pass; no final de 2022, o estúdio do Reino Unido decidiu lançar o Football Manager 2023 Touch como um exclusivo do Apple Arcade.

Meio ano depois, a Sony adicionou um teste por tempo limitado do Football Manager 2023 à lista de vantagens do PS Plus Premium (EUA e outras regiões, no Brasil é o PS Plus Deluxe).

Via: Eurogamer/Game Rant

CONTEÚDO RELACIONADO