Microsoft está sendo processada por um suposto calote dado 20 anos atrás

"Nunca consegui muita clareza sobre isso"

Publicado em 11/02/2022 18:12
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os compositores originais de Halo, Marty O’Donnell e Mike Salvatori, que criaram a icônica música usada nos jogos da franquia, afirmam que a Microsoft ainda lhes deve dinheiro relacionado a royalties de 20 anos. Os advogados da dupla entraram com um processo em um tribunal estadual de Washington, em junho de 2020, e de lá pra cá tem rolado várias descobertas e depoimentos.

Uma data para a mediação está marcada para a próxima semana, e caso não haja um acordo, a disputa pode ir para a justiça. Nesse meio tempo, O’Donnell e Salvatori instruíram seus advogados a explorar a possibilidade de bloquear o lançamento do próximo programa de TV com uma liminar.

O processo trouxe seis causas de ação contra a Microsoft: quebra de contrato; violação do dever fiduciário de desenvolver a receita de royalties em uma joint venture; violação do dever de agir de boa fé e negociação justa; falha em fornecer uma parceria contábil; enriquecimento injusto; e interferência tortuosa. O’Donnell deu mais detalhes para a Eurogamer, afirmando que ele e Salvatori tentaram obter esclarecimentos da Microsoft por mais de uma década, e como não conseguiram, entraram com a ação judicial.

“Nunca nos pareceu, através de nossos advogados e mesmo quando eu estava fisicamente na Microsoft, nunca consegui muita clareza sobre isso”, falou O’Donnell. Vale lembrar que a Microsoft se recusou a comentar sobre o processo quando abordada pela Eurogamer, mas uma conferência pré-julgamento está marcada para maio deste ano, quando as partes e o tribunal estabelecerem uma data de início para o julgamento.

Via: Wesley Yin Poole/Eurogamer

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar