Publicidade
Confirmou

Processo no Brasil da Microsoft confirma que PS4 vendeu mais do que Xbox One

A Microsoft finalmente revela o quanto o PlayStation 4 teve mais sucesso do que seu console Xbox One, confirmando muitas previsões.
Gostou? Compartilhe!
PS4 Xbox One
(Imagem: Divulgação)
Publicidade

Até agora, a Microsoft não foi tão direta com as especificidades de como sua geração anterior de consoles – o Xbox One e Xbox One X – se saíram em comparação com seu concorrente direto, o PlayStation 4. É do conhecimento geral que o PS4 “ganhou” essa geração de console em particular, mas a escala e o escopo dessa “vitória” poderiam ter sido discutidos até agora.

Isso, no entanto, agora mudou porque a Microsoft usou alguns números razoavelmente específicos como parte de sua argumentação para defender a aquisição da Activision Blizzard. A gigante do software está atualmente sendo contestada em todo o mundo sobre se a aquisição da editora de jogos constitui comportamento anticompetitivo, e o documento que a Microsoft apresentou à autoridade brasileira de concorrência, CADE, lança alguma luz sobre a situação.

Embora a Microsoft tenha sido historicamente contra a divulgação de informações de vendas de consoles, sua apresentação ao CADE está usando esses números para argumentar que a aquisição da Activision Blizzard deve prosseguir. Especificamente, o documento estabelece que a Sony vendeu duas vezes mais unidades de console PS4 do que a Microsoft fez com o Xbox One.

Continua depois da Publicidade

Vale ressaltar que este é o mesmo documento em que a Microsoft afirma que a Sony está pagando aos desenvolvedores para ignorar o Xbox Game Pass, que se combina para pintar uma imagem mais competitiva do que a Sony provavelmente preferiria. Naturalmente, não é uma surpresa ver a Microsoft reagindo contra as preocupações da Sony sobre a aquisição da Activision Blizzard, mas ainda é surpreendente ver as duas empresas discutindo tão veementemente contra as alegações de sucesso uma da outra.

Enquanto as corporações geralmente tentam apresentar tudo o que fazem como algum tipo de sucesso, essa situação contrasta fortemente, pois cada uma afirma que a outra é, de fato, geralmente mais bem-sucedida.

As preocupações da Sony sobre a posse da Activision Blizzard pela Microsoft dificilmente são infundadas. Embora a Microsoft afirme que Call of Duty não é único, o valor da franquia na indústria de jogos é imenso, e isso sem levar em consideração outros IPs como Candy Crush, Diablo, World of Warcraft e tudo o mais que a empresa possui atualmente.

É de se esperar que a Sony faça todo o possível para impedir que a Microsoft assuma o controle de um portfólio tão amplo de propriedades intelectuais. Nem todos do lado da Activision Blizzard também estão entusiasmados com a aquisição.

Alguns acionistas da Activision tentaram processar a Microsoft em uma tentativa de impedir a aquisição, embora não pareça que tenha acontecido muito disso. Se qualquer entidade impedisse a Microsoft de concluir o acordo, provavelmente seriam os vários países que a empresa precisa convencer de que a aquisição é aceitável.

Neste momento, ninguém sabe se o negócio acaba sendo aprovado em todas as frentes ou se é interrompido ao longo do caminho.

Via: Game Rant/CADE (Governo Brasileiro)

CONTEÚDO RELACIONADO