Mangá que inspirou Round 6 é muito mais brutal

Mangá que foi uma das principais inspirações de Round 6 é muito mais brutal em todos os sentidos do que a série.

kaiji Round 6
Publicidade

A popularidade generalizada da série original do Netflix, Round 6, trouxe consigo um olhar sobre a violência viciosa de seu mundo ficcional, embora o mangá que contribuiu para a inspiração por trás da série seja muito mais brutal. Round 6 segue a vida de Seong Gi-hun nas favelas da Coreia do Sul, levando à oferta de uma vida, a chance de competir em uma série de jogos que podem tirá-lo de sua dívida esmagadora e torná-lo incrivelmente rico.

Essa oportunidade foi dada a 455 outras pessoas que precisavam do dinheiro da mesma forma, levando aos jogos que tirariam a vida da maioria dos competidores. Embora o programa tenha feito sucesso com fãs de todo o mundo, a premissa é aquela que já foi explorada em várias formas de mídia, incluindo um mangá que inspirou a série Round 6 da Netflix.

Um mangá mais brutal

Kaiji é um mangá criado por Nobuyuki Fukumoto que é assustadoramente semelhante ao Round 6, embora existisse muitos anos antes do show da Netflix. O mangá japonês foi lançado em 1996 e segue o personagem Kaiji Ito que desperdiçou sua educação e levou uma vida de atividades frívolas, incluindo jogos de azar, o que o levou a ficar em dívida com agiotas.

Continua depois da publicidade

Como ele aparentemente desperdiçou sua vida, que está ameaçada por suas dívidas esmagadoras a credores mortais, Kaiji tem a chance de ganhar grandes quantias de dinheiro, embora o processo possa ter custado sua vida. Kaiji é convidado a participar de uma série de apostas, incluindo algo tão juvenil como Pedra, Papel, Tesoura, onde a vitória lhe dá a chance de jogar o próximo jogo, mas uma derrota significa uma morte violenta.

Semelhanças

Em uma entrevista para o The Hollywood Reporter, o criador de Round 6, Hwang Dong-hyuk, abordou as semelhanças entre Round 6 e Kaiji. “Eu li muitos quadrinhos sobre jogos de sobrevivência”, explicou Dong-hyuk, “Manga like Liar Game, Kaiji e Battle Royale.” Embora Kaiji não fosse a única inspiração por trás da série, certamente foi um fator que contribuiu para o resultado final, conforme observado pelo criador de Round 6.

As semelhanças são impressionantes entre a série e o mangá. O primeiro são as semelhanças entre o personagem principal de Kaiji e Round 6: ambos são jogadores que desperdiçaram suas vidas em busca de dinheiro fácil e acabaram em dívida com violentos cobradores de dívidas.

A próxima e mais óbvia semelhança é a natureza dos jogos apresentados em ambas as séries. Jogar o jogo (e perder) vai custar-lhes a vida, mas ganhar vai trazer-lhes uma grande riqueza. Onde residem as diferenças, porém, é o nível de violência apresentado nas mortes de quem perde as partidas de Round 6 e Kaiji.

Embora Round 6 seja sem dúvida incrivelmente violento, as mortes são bastante diretas, com pessoas morrendo por um tiro ou caindo para a morte, dependendo do jogo. Kaiji mata os perdedores do jogo de maneiras cada vez mais criativas, como empalamento, desmembramento, espancamentos e jogos de azar terríveis enquanto cai de grandes alturas, todos os quais adicionam uma camada extra de pavor a cada competição.

Kaiji muda a forma como as pessoas são mortas, o que torna os jogos apresentados na série de mangá muito mais brutais do que os de Round 6, a série que ajudou a inspirar.

Via: Screen Rant/The Hollywood Reporter

Publicidade
© 2022 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade