Spiderman Miles Morales
Imagem: Reprodução.

A franquia dos jogos de Spider-Man está se mostrando realmente engajada ao se posicionar sobre os principais fatos da atualidade. Após apoiar a quarentena causada pela pandemia de COVID-19 em Marvel’s Spider-Man, agora é a vez do jogo de Spider-man: Miles Morales usar parte de seu espaço para jogar luz em um tema do momento: O movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam).

A Insomniac Games, assim como outros estúdios que se puseram contra a violência direcionada a pessoas negras tiveram suas respetivas formas de protesto, seja em nota ou referências dentro de jogo. Em Spider-Man Miles Morales, onde o jovem por trás da máscara de Homem-Aranha é um negro descendente de latinos, o game colocou a frase estampada na lateral de um prédio no game, em proporções praticamente impossíveis de não ser notadas.

Mesmo que tenha sido criado em 2013, o movimento Black Lives Matter ganhou força nos últimos meses após a morte de George Floyd, um homem negro que no dia 25 de maio foi asfixiado por um policial branco durante uma abordagem.

Após sua morte, o movimento antirracista ganhou proporções globais e teve inclusive representantes disto no Brasil. Contudo, o movimento BLM ganhou mais um triste ponto de apoio no país, justamente no dia em que o país dedica especialmente para a Consciência Negra.

Nesta ocasião, o brasileiro João Alberto Silveira Freitas (40), foi espancado até a morte por seguranças do supermercado Carrefour, no Rio Grande do Sul. Os vídeos mostram os seguranças espancando João Alberto por quase 5 minutos, enquanto sua mulher, impedida de intervir assiste a tudo impotente.

Por enquanto, não há qualquer informação de que a mensagem em Miles Morales possa ter sido inserida por conta da morte do brasileiro, ainda que obviamente o contexto da morte de João caiba perfeitamente dentro da causa em questão.

Leia também: