Spider Man
Imagem: Divulgação.

Novembro está chegando, e com ele, a última PlayStation Plus antes do PS5 chegar ao mercado. E diante do solavanco que os algoritmos já estão sentindo frente ao termo “PlayStation” nas buscas virtuais, é muito provável que a Sony procure trabalhar com isso da maneira mais produtiva possível, afinal, trata-se do mês mais importante do ano para a empresa.

Ainda restam algumas dúvidas sobre como a chegada do PS5 impactará o conteúdo do serviço para os assinantes, mas já se sabe que os proprietários do próximo videogame da Sony terão acesso ao PS Plus Collection, que dará títulos de peso como God of War e Days Gone.

E diante dessa oferta sedutora para atrair ainda mais o interesse de possíveis compradores, fica a questão principal: Será uma PS Plus separada para cada geração? Enquanto isso não é revelado, a imprensa internacional já faz suas apostas para o que pode soar bem para empresa e clientes neste mês. E desta vez, a aposta é ousada: Caso exista uma PS Plus diferente para o PS5, por que não começar isso dando jogos do próprio PS5 desde já? Confira as previsões baseadas em histórico do serviço, conhecimento geral do setor e análise de mercado.

Marvel’s Spider-Man

Motivo: 
Em 12 de novembro, o PS5 será lançado junto com Spider-Man: Miles Morales, certamente o maior jogo neste lançamento do console. No entanto, indo para o lançamento, a marca do Homem-Aranha da Marvel está sendo prejudicada por alguma energia negativa. 

Entre a controvérsia em torno da reformulação de Peter Parker, de não permitir que os jogadores de PS4 atualizem para Marvel’s Spider-man remastered de graça, e de bloquear a remasterização como uma versão premium de Miles Morales, é seguro dizer que o amigo da vizinhança deixou alguns vizinho chateados.

Diante disso tudo, pode ser uma boa saída liberar o jogão do teioso nesta rodada da PS Plus. Assim, se você estiver no PS5, esta será a versão remasterizada, e se você estiver no PS4, será a versão original. Isso não apenas irá percorrer um longo caminho no controle de danos, mas irá gerar ainda mais expectativa para o lançamento de Miles Morales. Por último, como a Sony é dona do jogo, não precisará pagar a ninguém para incluir o título na linha de jogos gratuitos do PlayStation Plus. 

Judgment

Motivo: O ponto do argumento aqui é lembrar que o Xbox Series X/S estão sendo lançados com Yakuza: Like a Dragon, um novo episódio da série Yakuza, que tradicionalmente é sinônimo de PlayStation. Embora o jogo esteja eventualmente chegando ao PS5, a Sony poderia tentar se opor a isso colocando o game free. Like a Dragon é jogo mais recente do desenvolvedor por trás da série Yakuza, que, de acordo com muitos, é tão bom ou melhor do que os jogos Yakuza mais recentes. 

Também é verdade que este jogo está ligeiramente fresco nas prateleiras, já que foi lançado no ano passado, o que custaria um bom dinheiro à Sony, mas dadas as circunstâncias, seria um revide interessante de acompanhar.

Destruction: AllStars

Motivo: Destruction AllStars deveria ser um jogo Twisted Metal, mas não é. É um novo IP, de um desenvolvedor menor, que será lançado junto com alguns jogos enormes em um mercado multiplayer altamente competitivo. No entanto, há um nicho a ser preenchido, especialmente com os fãs do PlayStation ansiando por mais Twisted Metal. É único o suficiente para ser um sucesso, mas o problema será fazer com que jogadores suficientes passem pela porta. Como a Sony resolve esse problema? Tornando-o gratuito no PlayStation Plus. 

Este modelo funcionou para outros jogos multijogador, como Rocket League e, mais recentemente, Fall Guys e Destruction AllStarstem o potencial de imitar esse sucesso. E porque a Sony está publicando o jogo, não há acordo a ser feito. 

Leia também